Curso de Reflexos Primitivos e Suas Repercussões Clinicas

Voltar

Os reflexos primitivos são movimentos automáticos, estereotipados, comandados desde o tronco encefálico e executados sem implicação cortical. São essenciais para a sobrevivência do bebê.

Os reflexos deveriam ter uma vida limitada após ter ajudado o bebê sobreviver em seus primeiros meses de vida. A inibição desses reflexos permite o desenvolvimento de estruturas neurológicas mais sofisticadas, que por sua vez, faz com que a criança tenha controle sobre suas próprias respostas voluntárias

 Quando o bebê não é capaz de inibir seus reflexos primitivos no momento oportuno, irá atrasar o desenvolvimento motor e consequentemente atrasará a maturidade cerebral.

Isso poderá ser determinante para o futuro da criança, sendo a causa principal de alterações posturais importantes, habilidades motoras comprometidas, distúrbios de cognição e aprendizagem bem como problemas emocionais.

A compreensão e tratamento desses reflexos tem uma importância clínica fundamental para resolução de vários problemas nos bebês, crianças e adultos visando encontrar as causas e não se ater somente nas consequências.

 

Objetivos:

Capacitar o profissional em diferenciar a normalidade e o atraso do desenvolvimento dos reflexos primitivos.

- Detectar sinais clínicos quando esses reflexos não estão integrados e integrá-los quando necessário nos bebês, crianças e adultos.

Introdução;

Cérebro triúno;

Desenvolvimento motor do bebê;

Desenvolvimento cerebral;

Reflexos primitivos (aparecimento, inibição esperada e efeitos clínicos quando não integrados);

Reflexo de Moro;

Reflexo Tônico Labiríntico;

Reflexo de Búsqueda/ Sucção;

Reflexo Palmar;

Reflexo Plantar;

Reflexo Tônico Assimétrico Cervical (R.T.A.C);

Reflexo Espinhal Galant;

Reflexo Tônico Simétrico do Pescoço (R.T.S.P);

Reflexo de Babinsk;

Reflexo Landau;

Avaliação prática dos Reflexos Primitivos;

Reflexos Posturais (aparecimento, inibição esperada e efeitos clínicos quando não integrados;

Reflexo de Endireitamento Cervical;

Reflexo de Anfíbio;

Reflexo de Rotação Segmentar;

Engatinhar;

Avaliação prática dos Reflexos Posturais;

Terapia de Movimento Rítmico (TMR);

Integração dos reflexos com a Terapia de Movimento Rítimico;

Prática.

  • Ministrante:

    Anna Claudia Lança, C.E.I.

  • Público-Alvo:

    Fisioterapeutas osteopatas e estudantes de osteopatia que estão cursando o sistema tônico-postural e vias de comunicação

  • Carga Horária:

    32 horas